Estados Unidos Prometem Ajudar Moçambique no Combate ao Terrorismo

Estados Unidos Prometem Ajudar Moçambique no Combate ao Terrorismo

Cumprindo uma visita de dois dias a Maputo, que terminou esta quinta-feira, Nathan A. Sales, coordenador de contra-terrorismo do Departamento do Estado Norte-americano, sublinhou o compromisso dos EUA em apoiar Moçambique na luta contra o terrorismo e a violência extremista, sobretudo a que se regista no norte do país, mais concretamente, na região de Cabo Delgado.

 

Na sua visita a Moçambique Nathan Sales recordou ao Presidente Filipe Nyusi que é preciso uma cooperação internacional musculada para poder derrotar os terroristas que atacam e decapitam civis em Cabo Delgado. Mostrando total interesse em ver o seu país envolvido no processo, o diplomata norte-americano afirma que“os Estados Unidos estão seriamente interessados numa parceria com Moçambique (...) estreitando a nossa amizade enquanto juntos enfrentamos o desafio do terrorismo”.

“Sales, o mais alto funcionário do Governo dos E.U.A. a visitar Moçambique em 2020, é igualmente Enviado Especial à Coligação Global para Derrotar o ISIS (Estado Islâmico), e Subsecretário de Estado Interino para a Segurança Civil, Democracia, e Direitos Humanos”, escreve-se no site da Voz de América, acrescentando-se que “a insurgência em Cabo Delgado iniciou em 2017, e as autoridades e estudiosos dizem que o grupo que lidera a violência está ligado ao Estados Islâmico, organização terrorista que, por várias vezes, reivindicou ataques”.

A situação dos insurgentes do norte de Moçambique é, particularmente, preocupante, sendo que, até ao momento, já levou à perda de mais de duas mil vidas humanas, registando números de deslocados que ascendem a meio milhão.