COVID-19 é Dez Vezes Mais Mortal em Pessoas com Síndrome de Down, Revela Estudo

COVID-19 é Dez Vezes Mais Mortal em Pessoas com Síndrome de Down, Revela Estudo

O estudo foi realizado por pesquisadores da Universidade de Oxford, no Reino Unido, que alerta para a vulnerabilidade de pessoas com Síndrome de Down em relação à COVID-19. Segundo o estudo, o motivo pode estar associado ao sistema imunológico dessas pessoas. O Comité de Vacinação do Reino Unido recomenda prioridade na imunização.

De acordo com o estudo divulgado pela instituição de ensino e pesquisa do Reino Unido, características do sistema imunológico combinadas com especificidades genéticas (três cópias do cromossomo 21, ao invés de duas) das pessoas com Síndrome de Down podem fazê-las mais vulneráveis à COVID-19, deixando o vírus até 10 vezes mais mortal.

A publicação impulsionou a recomendação do Comité Conjunto de Vacinação e Imunização do Reino Unido (JCVI, na sigla em inglês) para que as pessoas com Síndrome de Down sejam vacinadas em regime prioritário.

Recorde-se que a Oxford é uma das entidades pesquisadoras, em redor do mundo, que conseguiu desenvolver uma vacina contra a COVID-19. Em parceria com a farmacéutica AstraZeneca, conseguiu o terceiro mais eficaz imunizante contra a COVID-19, com acima de 70% de eficácia, ficando relativamente atrás da Pfizer/BioNTech e da Moderna, que se colocam na fasquia dos 95% de eficácia. Isto, sem considerar as vacinas desenvolvidas pela China e pela Rússia. No caso da Rússia, não se conhece muito bem o nível de eficácia da vacina, sendo que o Governo apenas diz que tem alto índice e eficácia. No caso da China, a informação é que o nível de eficácia da vacina desenvolvida situa-se nos 86%.

 

--------------------------------------------------------------------------------------------------

PSL / Jornal Arquipélago - c/ Globo | Cabo Verde - Palmarejo Grande | 2020

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.