Milhões de Crianças em Risco de Não Serem Vacinadas

Milhões de Crianças em Risco de Não Serem Vacinadas

Mais de 117 milhões de crianças podem não ser vacinadas neste ano por causa do adiamento das campanhas de vacinação devido à pandemia da Covid-19. O alerta é da Organiação Mundial de Saúde (OMS) e do Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a infância (UNICEF).

 

A Nigéria é o país mais populoso da África. No entanto, apenas 54% das crianças receberam a primeira dose da vacina. Na segunda feira, o país registou o pico de mortes por febre amarela, uma doença mortal, que, mesmo tendo a sua vacina, continua a dizimar vidas.

O caso do atraso na vacinação não se regista apenas na Nigéria, mas em tantos outros países que se viram obrigados a intensificar as medidas de contenção da COVID-19.

A campanha de imunização contra o sarampo já está atrasada em 24 países. Mais de 117 milhões de crianças, de 37 países diferentes, correm o risco de não receberem as vacinas, que podem salvar muitas vidas.

As duas organizações não-governamentais destacam que “é importante lutar contra a pandemia global da COVID-19”, mas que não se pode esquecer-se de que há outras doenças mortais, como “a poliomielite e o sarampo”.

Pedem, deste modo, a intervenção das autoridades na localização de crianças que precisam serem, para se garantir a imunização e evitar a morte delas.


CE / Jornal Arquipélago - 2020.