São Vicente: Clubes de Futebol Reclamam Falta de Condições Para Retomar das Atividades

São Vicente: Clubes de Futebol Reclamam Falta de Condições Para Retomar das Atividades

Os clubes federados de futebol em São Vicente, consideram não terem reunidas todas as condições para a retoma das actividades por causa da situação financeira.

Os clubes afirmaram que na terça-feira, 08 estiveram reunidos, com a Associação Regional de Futebol de São Vicente (ARFSV), na sede do Amarante, para apresentação da sua posição sobre a retoma das actividades desportivas. 

“A posição dos clubes, após uma reflexão séria, responsável e fundamentada, é que não estão reunidas as condições mínimas, do ponto de vista sanitário, infra-estruturas e financeiro dos clubes, para a retoma imediata das actividades desportivas”, dizem ainda. 

As equipas avançam que estão em situação financeira precária ou mesmo em falência, sem requisitos de arcar com responsabilidades financeiras decorrentes da aplicação das medidas de prevenção ao COVID-19 para retoma das actividades desportivas. Assim sendo, asseguram que “não aceitam participar a qualquer custo, querem ser parte da solução”. 

Neste sentido, as mesmas sugerem a definição conjunta com as entidades competentes, de um plano com as “condições críticas a nível sanitário, infra-estruturas e financeiro, com definição do calendário de execução, orçamentária e responsabilidade financeira”.

A decisão tomada, poderá ser discutido na Assembleia Geral Ordinária da Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) agendada para o próximo dia 19 e cuja ordem de trabalho tem como tema central a “retoma das actividades desportivas”.

A decisão é subscrita por clubes como Amarante, Mindelense, Académica, Farense, São Pedro, Uni Mindelo, Falcões do Norte, Ponta d’Pom, Corintians, Derby, Calhau e Castilho.

DSM/Jornal Arquipélago-c/ Inforpress