Sérgio Conceição ‘Mostra’ aos Jogadores Caminho da Rua

Sérgio Conceição ‘Mostra’ aos Jogadores Caminho da Rua

Com o regresso de Jorge Jesus a Portugal, que na época passada brilhou no Brasil, Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, sabe que não pode haver espaços para muitos erros porque poderá comprometer a ambição de renovar o título do campeão nacional no seu país. Para uma equipa da estrutura do FC Porto, na qualidade de campeão nacional, a ambição mínima com que se lança no ataque a mais uma época desportiva é defender o título. Por isso, Sérgio Conceição não está para brincadeiras e não usa meias palavras. Na análise que fez à derrota, foi perentório: "Quem não for competitivo tem a porta aberta para sair", afirma. O recado está dado. Mas, Sérgio Conceição não se contenta apenas com mandar recados. Faz uma análise mais detalhada ao jogo:

"Sofremos três golos em casa, não é normal. Em termos ofensivos, tivemos muitas ocasiões... há o lance da bola sobre a linha de golo, que não sei se entra ou não, ainda não tive oportunidade de ver. Mas tivemos mais ocasiões para ganhar o jogo. Empatar já seria mau. Temos de estar sempre no red line. Sempre desconfiados do momento dos adversários, de tudo o que nos deparam os jogos. Se não vamos ter vida difícil. Essa competitividade, o representar o FC Porto, necessita sempre desse estado de espírito, se não for assim acontecem coisas como esta".

Basicamente, o que o treinador portista deixou passar na sua mensagem é que não há lugares cativos no FC Porto e que a ‘porta da rua é serventia da casa’. Quem não soar muito, poderá ter o seu lugar comprometido.

Neste momento, a época de transações de jogadores na Europa está em vias de encerrar, mas o mercado do inverno abre daqui a dois meses. Portanto, com o recado de Sérgio Conceição, cada jogador que se cuide.