São Vicente | Delegacia de Saúde Já Gastou mais de 21 Mil Contos no Combate à COVID-19

São Vicente | Delegacia de Saúde Já Gastou mais de 21 Mil Contos no Combate à COVID-19

O Delegado de Saúde de São Vicente, Elísio Silva, disse que já investiu mais de 21 mil contos no recrutamento de técnicos e enfermeiros, com subsídios, isolamentos e outros serviços, para combater a COVID-19 na ilha.

 

Durante a apresentação do trabalho que as estruturas de saúde têm feito, na presença, nomeadamente, do Primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, do Ministro da Saúde, Arlindo do Rosário e do Ministro de Estado, Fernando Elísio Freire, o delegado de saúde da ilha de São Vicente disse que já foram gastos, concretamente, 21.790.251 escudos, dos quais mais de 11 mil contos foram com recrutamentos.

O responsável avançou, ainda, que para fazer face à pandemia, foram contratados 25 enfermeiros, técnicos de laboratórios, pessoas para trabalhar na limpeza, na secretaria, condutores e que tudo isso tem o seu custo.

A delegacia teve um custo de mais de 1.740 contos com subsídios e mais de 380 contos com gastos em equipamentos diversos.

Além disso, adiantou o delegado, desde o primeiro caso da COVID-19, em São Vicente, a delegacia de Saúde já gastou mais de oito mil contos para pagar a alimentação das pessoas em isolamento no Centro de Estágio.

“Tudo isso é um custo para Governo, para o Estado, para a população, mas, se trabalhamos nestes casos, não teremos custos”, defendeu Elísio Silva.

Segundo a mesma fonte, a ilha de São Vicente regista até agora um total de 336 casos acumulados, dos quais, 291 são considerados recuperados, 40 estão activos e 5 pessoas perderam a vida.

A nível Nacional, o país contabiliza 416 casos ativos do novo coronavírus, 9438 recuperados, 103 óbitos e 2 transferidos, perfazendo um total de 9960 casos positivos acumulados.     

PLS/Jornal Arquipélago – 2020.