Covid-19: “A Verdadeira Pandemia Começou Agora”

Covid-19: “A Verdadeira Pandemia Começou Agora”

A situação da pandemia causada pelo novo coronavírus volta a causar grandes preocupações na Europa, com a segunda onda do vírus já em fase avançada. Nisto, Christian Drosten, virologista e assessor do governo alemão para as questões da COVID-19, fez, na passada quarta-feira, uma declaração bombástica, dizendo que a "verdadeira pandemia" do novo coronavírus só agora está a começar.

Christian Drosten defende que é preciso mudar a abordagem no combate ao novo coronavírus e estabelecer uma nova metodologia de enfrentamento à pandemia nos próximos meses, já que a segunda onda está em curso. "É bastante importante informar bem e amplamente a população”, para quem "a verdadeira pandemia chega agora. Também aqui [na Alemanha]. Quanto muito, poderemos falar das lições da primeira vaga na Europa". As declarações foram feitas no quadro de uma entrevista para a Cimeira Mundial da Saúde (CMS), que terá lugar em Berlim entre os dias 25 e 27 de Outubro. A referida cimeira acontecerá em regime semi-presencial e tem como tema assuntos relacionados com a pandemia provocada pelo vírus SARS-COV-2.

Para Christian Drosten, é necessário que não se politize a pandemia:"Os custos podem ser graves se os políticos utilizarem a pandemia nas suas mensagens políticas. Isso é muito complicado e o vírus passa imediatamente a fatura. Podemos ver o que está a acontecer nos Estados Unidos".

Recorde-se que o país de Donald Trump é tão-somente aquele que foi mais afetado pelo ciclo do novo coronavírus. Os Estados Unidos da América registaram, até ao momento, aproximadamente 7 milhões de casos positivos, ultrapassando a barreira de 200 mil mortes. Donald Trump, assim como Jair Bolsonaro no Brasil, desvalorizou a pandemia do novo coronavírus no seu momento inicial, tentando passar para a sociedade a ideia de que o vírus não era tão perigoso quanto relevou ser e procurando que a economia do país não ressentisse da pandemia. Porém, tanto Bolsonaro como Trump, foram ultrapassados pelo curso dos acontecimentos nos seus países e os números de infetados e de mortos, no Brasil e nos Estados Unidos, dissiparam todas as dúvidas sobre a letalidade do vírus SARS-COV-2. Por isso, Christian Drosten, o supracitado virologista alemão, apela que se ‘altere as coisas’ e que se tome ‘decisões pragmáticas’, na medida em que, segundo defende, a ‘verdadeira pandemia’ arranca agora.

O novo coronavírus apareceu, na China, em Dezembro de 2019, e tem provocado um número grande de mortos em todo o mundo. Itália e Espanha foram os países que fizeram 'soar' a sirene, mas é no Brasil e nos Estados Unidos da América que se contam o maior número de óbitos e onde há mais índice de contágios.