COVID-19: Europa Aperta Medidas Restritivas para Controlar Segunda Vaga

COVID-19: Europa Aperta Medidas Restritivas para Controlar Segunda Vaga

A Europa está em alerta com a segunda ‘onda’ da COVID-19. França, Espanha e Inglaterra estão a tomar medidas rígidas no sentido de controlar a propagação do vírus, que já tinha diminuído intensidade na sua transmissão e que volta a índices preocupantes.

Paris está com fortes medidas restritivas, no sentido de combater a propagação do novo coronavírus, que está a ‘lançar a segunda onda de contaminação’ na Europa. Berlim lança alerta, avisando que o relaxamento na observação das medidas de controlo poderá provocar situações de aumentos de casos.

A segunda vaga da pandemia na Europa já estava, há muito, anunciada e acabou por concretizar. O número de contágios tem subido diariamente, pondo mais pressão sobre as estruturas de saúde na Europa. Três meses depois do alívio, os hospitais voltam a confrontar-se com situações vividas nos tempos mais difíceis da propagação da doença.

Os meses de março, abril, maio e junho foram particularmente penosos para a economia europeia e mundial. As medidas de lockdown levaram as ruas a ficarem desertas e a atividade económica recuou de forma significativa. Alguns países, como Portugal, já deixaram soar o alerta de que não estão em condições de assegurar um segundo lockdown. Na semana passada, António Costa chamou à responsabilização todos os atores da sociedade, lembrando que a economia portuguesa não aguenta com mais uma situação de paralisação da sociedade.