COVID-19 | Mulher Morre num Voo da Spirit Airlines

COVID-19 | Mulher Morre num Voo da Spirit Airlines
A aérea norte-americana, Spirit Airlines, acusa as autoridades de saúde do país de esconderem a causa da morte de uma passageira que viajava num dos aviões da companhia e que perdeu a vida em pleno voo. As instituições sanitárias dos Estados Unidos refutam todas as acusões sobre esta matéria.
 
A razão desta polémica tem a ver com a morte de uma passageira da Spirit Airlines em pleno voo de um dos seus aviões, sendo que a empresa acusa as autoridades americanas de terem mantido o silêncio sobre o caso, não informando e nem pedindo a companhia aérea para informar os restantes passageiros que iam no voo as razões daquela morte.
A mulher era oriunda do estado de Texas e, tendo morrido em pleno voo da companhia, as informações sobre as circunstâncias daquela morte não foram avançadas aos outros passageiros. Escreve  o Correio da Manhã que “esta ocultação só foi descoberta após investigações da imprensa à morte da mulher durante um voo oriundo de Dallas, no Texas, que foi desviado para Albuquerque, no Novo México, onde acabaria por morrer. A polémica instalou-se após a entidades de saúde negarem que a companhia de aviação as informou de qualquer morte a bordo”.
Recorde-se que os EUA, depois de Whuan (na China), Itália e Espanha (na Europa), tornou-se o epicentro mundial dos contágios pelo novo coronavírus, superando os 200 milhões de mortes devido à COVID-19. Com resultados dramáticos, também, se encontra o Brasil de Jair Bolsonaro, que é o segundo epicentro mundial da pandemia provocada pelo novo coronavírus.