ELEIÇÕES AMERICANAS | Greta Thunberg dá Troco a Donald Trump

ELEIÇÕES AMERICANAS  | Greta Thunberg dá Troco a Donald Trump

A conhecida adolescente e ambientalista sueca, Greta Thunberg, não terá esquecido dos seus destoamentos com o presidente norte-americano Donald Trump. Em 2019, Greta produziu um discurso em lágrimas, chamando atenção para os comportamentos inapropriados do homem para com a Natureza. Donald Trump, em tom de ironia, praticamente gozou com a adolescente, dizendo que “ela parece uma jovem muito feliz que está perante um futuro brilhante e espetacular. Tão bom ver algo assim!”.

Hoje, Trump está a ser ‘sentenciado’ dos seus quatro anos de governação, apanhado por uma pandemia que lhe ‘diabolizou a economia’. Do pico ascendente que conseguiu na economia norte-americana a partir de 2016, depois da chegada da pandemia, nem vê-lo. As expectativas de vida das pessoas degradaram-se e o desemprego conheceu índices preocupantes. Portanto, as eleições que, antes da pandemia pareciam ser ‘favas contadas’ para Donald Trump – devido ao desempenho económico do país durante a sua administração –, passou a ser um desafio grande. Talvez, um dos maiores da sua vida. Por isso, perante resultados pouco favoráveis, Donald Trump fez soar a sirene: mandou parar a contagem de votos, em alguns estados, quando viu a eminência de uma derrota. Chegou então a vez da menina Greta Thunberg passar o troco a Donald Trump, num comentário impactante no Twitter – a mesma rede social que Donald Trump tanto usa para mandar os seus recados:“Ele é tão ridículo. Donald precisa resolver seu problema com controle da raiva e depois assistir a um bom filme à moda antiga com um amigo! Calma Donald, calma!”, diz Greta Thunberg.

O mais certo é que Donald Trump nem sequer vá ler a mensagem da Greta. Neste momento, preocupa-lhe a sua reeleição e a possibilidade de continuar ou não a ser um dos homens com o destino do mundo nas suas mãos. Se perder as eleições, dificilmente irá ter uma nova chance de enfrentamento com a Greta porque o mais certo é que os andarão po caminhos que não se cruzam.