EUA | Norte-Americanos Vão às Urnas em Massa nestas Presidenciais de 2020

EUA | Norte-Americanos Vão às Urnas em Massa nestas Presidenciais de 2020

As eleições nos Estados Unidos da América acontecem hoje. Antes disso, quase 100 milhões de pessoas recorreram ao sistema de votação antecipada, indicando um recorde de disputa entre os democratas e os republicanos. Donald Trump, que vai tentar defender um mandato ‘banhado’ pelo ‘terremoto’ do novo coranavírus, já começou a ‘acenar’ com a justiça, pondo a hipótese de contestar, nos tribunais, os resultados eleitorais.

Nesta segunda-feira, Joe Biden afirmava que Donald Trump “não irá roubar as eleições”. Isto, fazendo referência às palavras do seu adversário, que disse que, em caso de o apuramento dos resultados apontar para a sua derrota, irá mobilizar os seus advogados, com vista a contestar os resultados nos tribunais. A insistência do atual presidente norte-americano é que o resultado final seja conhecido na noite desta terça-feira, criticando o facto de a Pensilvânia – um Estado crucial para o desfecho final dos resultados – ter apurado, em último lugar, o resultado dos votos enviados por correio. Para Joe Biden, “o povo americano não será silenciado”.

Nota-se que, dos 97.6 milhões de votos antecipados nos Estados Unidos, 35.5 milhões aconteceram de forma presencial e 62.1 milhões foram enviados por correio. Os números são sintomáticos do interesse dos norte-americanos nestas eleições, pelo que se espera que a fasquia da abstenção seja das mais baixas dos últimos tempos. No Texas e no Havai, o índice da votação antecipado coloca-se acima da fasquia registada no pleito de 2016. Nas últimas eleições (2016), os Estados Unidos da América contaram com 138,8 milhões de votos, sendo que, para este ano, a projeção aponta para números que se situam acima da cifra de 150 milhões de pessoas que participam nesta disputa eleitoral.