MORTES POR COVID | EUA Ultrapassam Previsões Mais Dramáticas

MORTES POR COVID | EUA Ultrapassam Previsões Mais Dramáticas

Os Estados Unidos da América superaram as piores previsões de mortalidade causada pela COVID-19. No início da pandemia, um assessor especial da Casa Branca tinha previsto tectos mínimos e máximos de mortes por COVID-19 nos EUA: mínimo 100 mil mortes e máximo 300 mil mortes. Esta semana, os EUA ultrapassaram o tecto máximo. Já são mais de 310 mil mortes no país devido à COVID-19. Só nas últimas 24 horas, são quase quatro mil mortes.

Mais de 3700 mortes por COVID-19, só nas últimas 24 horas nos Estados Unidos. Este número mostra como Donald Trump perdeu a guerra contra aquilo que no início da pandemia ele chamava de ‘o vírus chinês’. A COVID-19, praticamente, arredou Donald Trump da cadeira de Presidente da República dos EUA. Houve uma má gestão do processo, com um certo desprezo pelo vírus. Isso, apesar de no início da pandemia nos EUA, um especialista da Casa Branca, assessor para a COVID-19, tivesse feito uma previsão preocupante: 100 mil mortes mínimo. 300 mil máximo. Ultrapassou-se o máximo. Neste momento, o crescimento do número de mortes pelo novo coronavírus nos EUA vai pipocando como cogumelos em tempos de azágua. Donald Trump, definitivamente, perdeu a guerra contra a COVID-19. Só mesmo as vacinas para abrandarem o ritmo da desgraça. A da Pfizer/BioNTech foi aprovada há menos de uma semana. A da Moderna foi aprovada hoje. A da Oxford/AstraZeneca vai bem avançada. Chegará ao mercado brevemente.

-----------------------------------------------------------------------------

Jornal Arquipélago | Cabo Verde - Palmarejo Grande | 2020

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.