Papa Condena Guerra na Nigéria

Papa Condena Guerra na Nigéria

Papa Francisco chamou os fiéis hoje a orarem por Nigéria durante a Audiência Geral, depois da morte de 110 civis do dia 28 de novembro, informou a agência de notícias Télam 75 años.

Francisco aproveitou a ocasião para “orar por uma nação ensanguentada por ataques terroristas que dizimaram a vida de 110 civis enquanto trabalhavam”. Suplicou ainda pela conversão das pessoas que cometem tais horrores que ofendem o nome de Deus. E pediu pelo consolo dos familiares das vítimas.

Ataque terrorista na Nigéria

 

O passado dia 28 de novembro ficou marcado pelo atentado do grupo Boko Haram na localidade de Zarbamari na Nigéria, que tirou a vida de 110 civis que faziam as suas plantações.

Edward Kallon, coordenador humanitário da ONU, explica que homens armados apareceram em motocicletas e começaram um violento ataque contra os homens e mulheres que trabalhavam nos campos de Koshobe, perto de Maiduguri, capital do estado de Borno.

Provocando a morte de 110 civis e vários feridos, o coordenador classifica o mesmo como o ataque mais sangrento deste ano na região.

Devido a esse acontecimento o Senado da Nigéria aprovou na terça-feira uma moção pedindo a demissão e a nomeação imediata de novos chefes de segurança do país, com vista a reestruturar o sistema de segurança do país.

O conflito na Nigéria já provocou a morte de 36.000 civis e já obrigou 2 milhões de pessoas a abandonar os seus lares.

 

CES/ Jornal Arquipélago