Portugal e Outros Países Europeus Fecham Portas ao Reino Unido Após Descoberta de Nova Variante do Coronavírus

Portugal e Outros Países Europeus Fecham Portas ao Reino Unido Após Descoberta de Nova Variante do Coronavírus

Vários países europeus anunciaram neste domingo, a suspensão das conexões com o Reino Unido depois que autoridades do país dectaram uma variante do Sars-CoV-2, coronavírus responsável pela COVID-19. A descoberta levou o primeiro-ministro, Boris Johnson, a aumentar as restrições em parte do país.

França, Itália, Áustria, Alemanha, Bélgica, Holanda, Irlanda, Luxemburgo, Portugal e Bulgária decidiram suspender ou limitar seus voos e suas conexões de trem ou navio com o país. A Grécia exigirá quarentena aos viajantes que cheguem do Reino Unido.

Em Portugal, só poderão entrar cidadãos portugueses e de outras nacionalidades, desde que tenham autorização legal de residência, mas todos têm que trazer o comprovativo de teste laboral com resultado para o vírus SARS-CoV-2.  

Perante esta situação, a Comissão Europeia vai realizar uma reunião de emergência nesta segunda-feira, 21, para coordenar uma resposta da comunidade.

A nova variante teria surgido em setembro, em Londres ou em sua região metropolitana. Estima-se que 60% dos casos recentemente detectados no país foram causados por essa variante, de acordo com o Governo Britânico.

Boris Johnson, afirmou que dados preliminares sugerem que a mutação do Sars-CoV-2 pode ser até 70% mais transmissível. Por seu lado, o secretário britânico de Saúde, Matt Hancock, disse que a nova variante do coronavírus está fora de controle e que a situação "é mortalmente grave". Até o momento, porém, especialistas acreditam que a nova variante não seja mais mortal ou mais resistente às vacinas.

PLS/Jornal Arquipélago-c/Poder360.br