Vacina contra COVID-19 da Moderna tem Eficácia de 94,5%

Vacina contra COVID-19 da Moderna tem Eficácia de 94,5%

Foi feito um ensaio clínico com mais de 30 mil participantes para verificar o efeito da vacina contra a COVID-19 da empresa de Biotecnologia norte-americana Moderna. A vacina revelou uma eficácia de 94,5%, anunciou a companhia, através de um comunicado de imprensa ao Jornal Público.

Este ensaio, que está a ser realizado nos Estados Unidos, e em colaboração com Instituto Nacional de Alergias e Doenças Infecciosas (dirigido por Anthony Fauci), deverá levar a empresa a fazer um pedido de autorização urgente para a sua utilização nas próximas semanas.

A vacina da Moderna baseia-se na mesma nova tecnologia que a da empresa alemã BioNtech, que será comercializada e distribuída pela multinacional Pfizer, e que na semana passada anunciou uma taxa de sucesso de 90%.

A vacina da Moderna não precisa ser armazenada a temperaturas tão baixas. “Espera-se que permaneça estável em temperaturas de 2 a 8 graus Celsius durante 30 dias, quando antes se estimava que durasse apenas sete dias”, diz outro comunicado de imprensa da empresa de Biotecnologia norte-americana. Pode ainda ser guardada no congelador durante seis meses a 20 graus Celsius negativos. Não precisa assim de uma nova infra-estrutura de distribuição.

Mas, por prometedoras que sejam, ambas as equipas por trás destas vacinas apenas anunciaram os seus resultados através de comunicados de imprensa: não publicaram os seus resultados ainda em revistas científicas, onde são revistas por outros cientistas. Aguarda-se esse passo fundamental para poder perceber os seus pontos fracos e fortes.

DSM/Jornal Arquipélago