CIDADE VELHA | MpD e PAICV Com ‘Duas Mãos Cheias de Propostas’

CIDADE VELHA | MpD e PAICV Com ‘Duas Mãos Cheias de Propostas’

Na Cidade Velha, ou então, na Ribeira Grande de Santiago, dois partidos políticos disputam os lugares na Câmara Municipal e na Assembleia Municipal.Por um lado, a candidatura do movimento para a Democracia (MpD), liderada por Domingos Veiga Mendes, e, por outro lado, a candidatura  do  Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV), encabeçada por Nelson Moreira. Ambas saíram às ruas, contando com os seus apoiantes. O clima era de animação, apesar do tempo chuvoso que se fez sentir.

 

A vontade de chegar mais perto dos munícipes falou mais alto. Assim, as candidaturas fizeram os seus percursos pelas zonas como Calabaceira, Lém Dias, São Martinho, Bota Rama, João Varela, entre outras.

Domingos Veiga Mendes, candidato do MpD, 48 anos, é mestre em Economia. Desempenhou cargos ao nível do município. Foi diretor do Gabinete Municipal de Desenvolvimento Local, presidente da Assembleia Municipal, vereador, professor do ensino secundário e, fora do município, professor universitário. Nasceu em São João Batista. Diz conhecer perfeitamente, tanto os percurssos que foram feitos, como as necessidades de cada um dos municípes, de São Martinho a Mosquito de Horta.

 

No que toca às propostas, o candidato realça querer aproveitar o facto de a Cidade Velha ser o Património da Humanidade e dar-lhe o acréscimo necessário e justo. Pretende apostar na formação, na capacitação e na empregabilidade, sobretudo dos jovens, para que possam ter autonomia. Domingos Veiga Mendes vê o turismo como o fator fundamental no desenvolvimento local,  como forma de melhorar o acesso às localidades urbanas, apostando na sua expansão, e dar uma atenção especial à habitação social e ao saneamento. Acredita que Ribeira Grande pode, direta ou indiretamente, vir a ter alguma vantagem por se encontrar localizado mais próximo da Cidade da Praia.

Domingos Mendes deixou uma mensagem a todos os munícipes. “N kre dexa un mensajen di speransa pa nhos akredita ma é posível fazi mutu más pa transforma nôs munísipio y pol txiga a altura di sidadi património y fazi kon ki aja milhoria na famílias, idukason y saúdi”.

Nelson  Moreira, candidato do PAICV,  de 39 anos, nasceu na localidade de Bota Rama. É licenciado em Gestão Empresarial, foi professor do Ensino Básico, exerceu a função de chefe de Divisão de Serviços Administrativos e Financeiros e actualmente subgerente do Banco Comercial do Atlântico (BCA).

As propostas do candidato do PAICV são a aposta na agricultura, na pesca, na pecuária e na criação de gado, pois, segundo o mesmo, esses setores encontram-se na base do desenvolvimento local. Nelson Moreira pretende criar uma fábrica de gelo na localidade do Porto Mosquito para dar resposta às necessidades das peixeiras e dos pescadores, melhorar o desenvolvimento da teconologia e desenvolver a política do micro-crédito, formular um plano estratégico para o tTurismo, pois diz que é o ‘calcanhar de Aquiles’ do Município.

Diz ainda que aceitou o desafio de se candidatar, pela primeira vez,  com o objectivo de servir o povo de Ribeira Grande de Santiago, dando o seu contributo para melhorar o concelho. “Bom, a mensagem que eu deixo é a seguinte: pretendo trabalhar para o povo, combatendo a pobreza e a disigualdade”.

O primeiro dia de campanha na Ribeira Grande de Santiago foi regada por uma chuva mansa. Mas, isso não impediu os candidatos de saírem para correr atrás dos eleitores.

 

MR / Jornal Arquipélago - 2020.