AJOC Realiza Ateliê de Formação Para Jovens Jornalistas de Cabo Verde

AJOC Realiza Ateliê de Formação Para Jovens Jornalistas de Cabo Verde

A formação que está agendada para 04 e 05 de Dezembro, tem o enfoque no tema "Jornalismo e Sindicalismo na era Digital". O evento que foi organizada pela AJOC contou com o patrocínio da Federação Internacional de Jornalistas (Federação Mundial de Sindicatos de Jornalistas ) - actualmente, a maior do mundo. 

 

O vice-presidente da AJOC, Geremias Furtado,  afirma que, durante estes dias serão abordadas questões relacionadas à prática do jornalismo on-line, nomeadamente o uso das redes sociais no jornalismo, o jornalismo colaborativo, as fontes no ciberespaço, exemplo de reportagens multimédia, casos de sucessos de convergência jornalística, o ponto de situação de Cabo Verde e dentre outros temáticas.

 

“Também estaremos a abordar a questão mobilização de jovens através do Digital para a sindicância. Pois sabemos que o futuro pertence aos jovens e, por isso, queremos mobilizar os nossos colegas mais novos para esta questão”, acrescenta ainda o vice-presidente.

No primeiro dia, sexta-feira, terão como convidados a União Nacional dos Trabalhadores de Cabo Verde - Central Sindical (UNTC-CS) que irá falar sobre os desafios que os sindicatos enfrentam na organização dos jovens no sector digital. No mesmo dia, a AJOC vai falar da sua experiência, tendo como pano de fundo a necessidade de recrutar jovens para a melhoria da sobrevivência dos sindicatos.

No sábado, contam com a presença do Sindicato Democrático dos Professores (SINDPROF) que irá falar da sua experiência no espaço digital. No mesmo dia terão também como convidada a ex-presidente da AJOC, Carla Lima, que irá abordar o tema abuso sexual online, bullying e trolling que representam uma séria ameaça para as mulheres jornalistas que trabalham on-line.

Já são 20 jovens jornalistas incritos, incluindo não só os da ilha de Santiago, mas também de Santo Antão, São Vicente, Boa Vista e Sal. Segundo o vice-presidente da AJOC, não foi possível receber mais jovens tendo em conta ao tempo pandémico em que se vive, e todos têm de seguir as orientações. 

A sessão de abertura, que acontece a partir das 8 horas,  contará com a presença do diretor da FIJ – África, Louis Thomasi, que estará em casa entre os dias 02 a 6 de Dezembro, e também da Directora Geral da Comunicação Social, Ineida Cabral. 

DSM/Jornal Arquipélago