COVID-19 | “Agência Europeia do Medicamento Desmente Declaração sobre Vacina da AstraZeneca” diz OMS

COVID-19 | “Agência Europeia do Medicamento Desmente Declaração sobre Vacina da AstraZeneca” diz OMS

A Organização Mundial da Saúde (OMS), afirma que a Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla inglesa), desmentiu sobre uma possível ligação entre a vacina da AstraZeneca e os casos de tromboses. No entanto, as investigações ao fármaco continuam, informações avançadas pelo responsável da OMS, Rogério Gaspar.

“Houve um desmentido da EMA em relação à existência de uma ligação. Neste momento, não há relação entre a vacina da AstraZeneca e casos de tromboses”, declara o responsável da OMS.

De acordo com Rogério Gaspar, a informação atual que está a circular não estabelece nenhuma ligação entre a vacina e certos tipos de trombose, todavia, o responsável adianta que há “dados a chegar todos os dias” e que a OMS está a estudá-los com a EMA.

A EMA esclareceu também que ainda está a analisar a possível ligação entre a vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 e a formação de tromboembolismos, depois de um responsável da instituição ter confirmado essa relação.

O esclarecimento da OMS veio à tona porque houve uma publicação do responsável da EMA, Marco Cavaleri, a dizer que existe uma relação direta entre a vacina e os casos de trombose, ocorridos em pessoas vacinadas e que levou com que vários países suspendessem a administração da vacina. “Na minha opinião, podemos dizer que agora está claro que há uma ligação com a vacina. Mas ainda não sabemos o que causa essa reação”, afirmou o responsável.

Ainda, de acordo com a mesma fonte, houve um maior número de casos de trombose cerebral (coagulação do sangue no cérebro) entre as pessoas mais jovens vacinadas com a vacina de AstraZeneca do que no resto da população.

Conforme os dados divulgados, só 6% da população adulta da União Europeia (UE), foi totalmente vacinada contra o coronavírus até esta segunda-feira, enquanto 14,2% dos adultos europeus já tomaram a primeira dose do fármaco.

A Agência Europeia de Medicamento irá pronunciar-se, hoje, sobre a possível relação entre a vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca e a formação de coágulos sanguíneos, anunciou a organização.

ACG/Jornal Arquipélago-c\Renascença | Cabo Verde - Palmarejo Grande | 2021