Porto Novo: Operadores Esperam Resolução dos Problemas que Afectam a Pesca Já em 2021

Porto Novo: Operadores Esperam Resolução dos Problemas que Afectam  a Pesca Já em 2021

Os operadores de pesca no Porto Novo, Santo Antão, almejam que o ano de 2021 seja marcado pela resolução dos problemas que afligem este sector no município, entre os quais a falta de um mercado de peixe.

Uma outra preocupação dos operadores é a questão da construção de um cais de pesca na cidade do Porto Novo e no Tarrafal de Monte Trigo.

O representante dos pescadores do Tarrafal de Monte Trigo, Isaías Pires, considera que a falta de infra-estruturas de apoio à actividade pesqueira constitui o maior problema do sector das pescas neste concelho, defendendo a construção de “um pequeno cais” nessa comunidade.

Na cidade do Porto Novo, o presidente da Associação dos Pescadores da Cidade do Porto Novo, Atlermiro Neves, tem vindo a defender a construção de um cais de pesca e do mercado de peixe, projectos que já fazem parte dos planos de investimentos do Governo e da Câmara Municipal.

Aníbal Fonseca, presidente da Câmara, refere ao caso do mercado de peixe, a edilidade porto-novense decidiu canalizar as verbas no quadro do Fundo de Descentralização, à volta de 15 mil contos, para a construção desta infra-estrutura, projecto que vai contar ainda com o apoio do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Foi anunciada pelo ministro da Economia Marítima a construção de um complexo de pescas no Porto Novo, cujos estudos devem ficar concluídos ainda neste mês.

DSM/Jornal Arquipélago C/Inforpress