terça-feira, 07 dezembro 2021

ATENAS | Dez Policiais Feridos e 16 Detidos em Protesto

Dez policias feridos e 16 pessoas detidas é o resultado dos protestos que ocorreram ontem em um dos subúrbios de Atenas contra os abusos policiais.

Entre os policais feridos, tres deles encontram-se hospitalizados, sendo que um deles sofreu grandes ferimentos mas não corre risco de vida.

As imagens que foram transmitidas na televisão mostram os manifestantes derrubando um policial da motocicleta para depois espanca-lo.

Ato semelhante teria sido praticado por um policial ao fazer um controle no cidadão para assegurar da prática das medidas de confinamento.

O jovem foi espancado, hospitalizado e depois preso, e as imagens do espancamento tornaram virais na rede. O jovem pronunciava a frase“está doendo”, e esta frase tornou-se o título de uma hastag.

O acontecimento levou a suspensão de um dos tres policiais envolvidos e a justiça abriu uma investigação.

De acordo com o fotográfo presente no local os protestos de terça feira começaram depois que 200 pessoas encapuzadas se dirigiram para a delegacia de Néa Smyrni e atiraram pedras e coquetéis molotov.

A polícia de choque reagiu com gás lacrimogêneo e canhões de água. Latas de lixo foram incendiadas e vários carros foram danificados

Dezesseis pessoas foram presas e serão apresentadas ao promotor de Atenas nesta quarta-feira. Estes serão acusados de delitos como "tentativa de homicídio", "lesões corporais graves", "violência", "perturbação da paz comum" e "incêndio criminoso".

A manifestação de terça contou com 5.000 pessoas e a de hoje teve a participação de 2.000 pessoas que mainfestavam contra uma lei que permite a criação de uma policia universitária.

A Grécia já completou mais de cinco meses consecutivos de confinamento. Já matou mais de 6.800 pessoas no país desde novemb                          diferenças culturais

 CES/Diário de Negócios| c/ Notícias do Norte | Cidade da Praia – Palmarejo Grande | 2021.

https://www.em.com.br/app/noticia/internacional/2021/03/10/interna_internacional,1245114/dez-policiais-feridos-e-16-detidos-em-protesto-em-atenas.shtml

 

 

Cidade da Praia
Rua NhoKziz, Palmarejo Grande
(Rotunda de Mirflores)
Cidade da Praia
 
Telemóvel
CVMóvel: (+238) 9723363  |  TMais: (+238) 9371416
 
 
Comercial:
 
Administração:
 
Gestão do Site:
 
 
 
 

Estatuto Editorial:

Diário de Negócios é um projecto profissional que se dedica ao jornalismo económico, financeiro, empresarial e sobre negócios e mercados de valores, abrangendo um contingente de temáticas que se relacionam com essas áreas.

Diário de Negócios é um jornal on-line que pratica um jornalismo especializado na grande área da economia e das finanças, fornecendo aos leitores um conjunto de informações que preponderantes para a tomada de decisões que afectam as suas vidas e os seus investimentos.

Diário de Negócios define como grandes áreas da sua cobertura jornalística os sectores da economia, finanças, política e sociedade.

Diário de Negócios é um órgão de informação que surge a partir das mudanças tecnológicas, que promoveram o surgimento de uma nova conceção do mercado e de novas formas de se promover negócios à escala mundial.

Diário de Negócios prima por um jornalismo de referência, exigente e de profundidade, que recusa o sensacionalismo como estratégia para a conquista do mercado.

Diário de Negócios hierarquiza os factos noticiosos segundo os critérios de noticiabilidade, valorizando as informações que permitem um melhor conhecimento e uma melhor literacia económica da parte dos leitores.

Diário de Negócios prima pela eficácia da informação, criatividade da abordagem jornalística e imaginação, propondo, à sociedade, um jornalismo moderno, atractivo e dinâmico.

Diário de Negócios defende o pluralismo de ideias, a diversidade das correntes de opinião no seio da sociedade e a liberdade de expressão e de imprensa como princípios basilares das sociedades de direito democrático.

Diário de Negócios valoriza a informação sobre a diáspora cabo-verdiana e considera como seus limites a esfera dos direitos privados dos cidadãos e as demais fronteiras restritivas estabelecidas pela lei.