terça-feira, 07 dezembro 2021

Portugal está entre os 21 países que Suspenderam Vacina da AstraZeneca

Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, França, Noruega e Áustria, são alguns dos países que já suspenderam a utilização da vacina da AstraZeneca, porque pessoas vacinadas apresentaram reacções graves.

Continua a crescer a lista de países que suspenderam a administração da vacina da farmacêutica AstraZeneca e da Universidade de Oxford por causa de reacções graves e  raras. Até esta terça-feira, um total de 20 países tinha suspendido por tempo indeterminado ou durante algumas semanas a administração da injecção.

Até agora, Portugal, Espanha, Itália, Alemanha, França, Noruega, Áustria, Roménia, Estónia, Países Baixos, Islândia, Lituânia, Letónia, Bulgária, Luxemburgo, Chipre, Irlanda, Dinamarca, Suécia, Indonésia e Venezuela já tomaram medidas de suspensão  desta vacina.

Esta decisão surge depois de serem conhecidos vários casos de aparecimento de coágulos sanguíneos eda morte de pessoas inoculadas com esta vacina.

DSM | Diário de Negócios| c/ Público| Cabo Verde - Palmarejo Grande | 2021

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

 

Cidade da Praia
Rua NhoKziz, Palmarejo Grande
(Rotunda de Mirflores)
Cidade da Praia
 
Telemóvel
CVMóvel: (+238) 9723363  |  TMais: (+238) 9371416
 
 
Comercial:
 
Administração:
 
Gestão do Site:
 
 
 
 

Estatuto Editorial:

Diário de Negócios é um projecto profissional que se dedica ao jornalismo económico, financeiro, empresarial e sobre negócios e mercados de valores, abrangendo um contingente de temáticas que se relacionam com essas áreas.

Diário de Negócios é um jornal on-line que pratica um jornalismo especializado na grande área da economia e das finanças, fornecendo aos leitores um conjunto de informações que preponderantes para a tomada de decisões que afectam as suas vidas e os seus investimentos.

Diário de Negócios define como grandes áreas da sua cobertura jornalística os sectores da economia, finanças, política e sociedade.

Diário de Negócios é um órgão de informação que surge a partir das mudanças tecnológicas, que promoveram o surgimento de uma nova conceção do mercado e de novas formas de se promover negócios à escala mundial.

Diário de Negócios prima por um jornalismo de referência, exigente e de profundidade, que recusa o sensacionalismo como estratégia para a conquista do mercado.

Diário de Negócios hierarquiza os factos noticiosos segundo os critérios de noticiabilidade, valorizando as informações que permitem um melhor conhecimento e uma melhor literacia económica da parte dos leitores.

Diário de Negócios prima pela eficácia da informação, criatividade da abordagem jornalística e imaginação, propondo, à sociedade, um jornalismo moderno, atractivo e dinâmico.

Diário de Negócios defende o pluralismo de ideias, a diversidade das correntes de opinião no seio da sociedade e a liberdade de expressão e de imprensa como princípios basilares das sociedades de direito democrático.

Diário de Negócios valoriza a informação sobre a diáspora cabo-verdiana e considera como seus limites a esfera dos direitos privados dos cidadãos e as demais fronteiras restritivas estabelecidas pela lei.