terça-feira, 07 dezembro 2021

E Empresas

Representante da EU: “Cabo Verde tem Boas Condições para Assumir Papel de Hub Digital”

O chefe da Cooperação da União Europeia (UE) em Cabo Verde, Pedro Campos Llopis, garantiu, hoje, que Cabo Verde possui “boas condições” para assumir o papel de hub na área digital.

O responsável, que falava na abertura do webinar em matéria de identificação eletrónica – eID/Assinatura Digital, promovido pela delegação da UE em parceria com o Núcleo Operacional para Sociedade Informação (NOSI), no âmbito da parceria UE/Cabo Verde.

Campos Llopis avançou que Cabo Verde tem o seu “grande capital humano”, com uma população bem formada, comparado com os países vizinhos, e uma boa localização estratégica no Atlântico como as suas duas grandes vantagens.

“Portanto Cabo Verde pode, de facto tornar-se nesse tipo de hub e isto tem vantagens por estar próxima de África, que será o segundo continente mais populoso nos próximos 60 anos – quatro mil milhões de pessoas que podem existir em África na próxima geração.  Depois Cabo Verde tem alguma proximidade em relação ao continente americano”, afirma, dizendo ainda que o país tem boas infra-estruturas de ligação numa alusão à fibra ótica.

A capacidade de perceber e gerir novos softwares que vão surgindo, bem como a questão da segurança, é um detalhe que o chefe da Cooperação da União Europeia em Cabo Verde, diz que deve ser melhorado.

Por outro lado, salientou que há em Cabo Verde uma orientação estratégica e planos claros para inovação, nas áreas das renováveis e conservação dos recursos naturais e também na área digital, bem como uma boa legislação.

“Penso que o sector digital tem realmente, a este nível, o que melhor existe no mundo e isto permitirá enfrentar bem os desafios”, disse, sugerindo ao país, a diversificação na aquisição de tecnologias estrangeiras, para estar protegido.

Pedro Campos Llopis frisa ainda, que, o webinar em matéria de identificação electrónica – eID/Assinatura Digital, para a partilha de conhecimentos e experiências com peritos da Administração Pública de Alemanha, Grécia e Itália “é um momento importante” neste cenário de mútuo interesse entre Cabo Verde e UE.

Trata-se da segunda sessão realizada em formato on-line pela Delegação da União Europeia (UE) em Cabo Verde e pelo NOSI e, conta com a participação de cerca de 30 participantes cabo-verdianos entre representantes das instituições públicas e empresas privadas.

DSMDiário de Negócios| c/ Inforpress | Cidade da Praia – Palmarejo Grande | 2021.

Cidade da Praia
Rua NhoKziz, Palmarejo Grande
(Rotunda de Mirflores)
Cidade da Praia
 
Telemóvel
CVMóvel: (+238) 9723363  |  TMais: (+238) 9371416
 
 
Comercial:
 
Administração:
 
Gestão do Site:
 
 
 
 

Estatuto Editorial:

Diário de Negócios é um projecto profissional que se dedica ao jornalismo económico, financeiro, empresarial e sobre negócios e mercados de valores, abrangendo um contingente de temáticas que se relacionam com essas áreas.

Diário de Negócios é um jornal on-line que pratica um jornalismo especializado na grande área da economia e das finanças, fornecendo aos leitores um conjunto de informações que preponderantes para a tomada de decisões que afectam as suas vidas e os seus investimentos.

Diário de Negócios define como grandes áreas da sua cobertura jornalística os sectores da economia, finanças, política e sociedade.

Diário de Negócios é um órgão de informação que surge a partir das mudanças tecnológicas, que promoveram o surgimento de uma nova conceção do mercado e de novas formas de se promover negócios à escala mundial.

Diário de Negócios prima por um jornalismo de referência, exigente e de profundidade, que recusa o sensacionalismo como estratégia para a conquista do mercado.

Diário de Negócios hierarquiza os factos noticiosos segundo os critérios de noticiabilidade, valorizando as informações que permitem um melhor conhecimento e uma melhor literacia económica da parte dos leitores.

Diário de Negócios prima pela eficácia da informação, criatividade da abordagem jornalística e imaginação, propondo, à sociedade, um jornalismo moderno, atractivo e dinâmico.

Diário de Negócios defende o pluralismo de ideias, a diversidade das correntes de opinião no seio da sociedade e a liberdade de expressão e de imprensa como princípios basilares das sociedades de direito democrático.

Diário de Negócios valoriza a informação sobre a diáspora cabo-verdiana e considera como seus limites a esfera dos direitos privados dos cidadãos e as demais fronteiras restritivas estabelecidas pela lei.